(11) 2232-7122
Tipos de Roteiros
Valor do Câmbio

08/ 12/2017 US$=R$ 3,45 Euros=R$ 4,05

Corredor Vasariano pode ser aberto ao público

 

corredor

 

Construído a pedido da família Medici para conectar a Galleria degli Uffizi ao Palazzo Pitti, residência oficial do clã, o Corredor Vasariano foi projetado por Giorgio Vasari no século XVI. O objetivo era ter uma passagem exclusiva, assim os integrantes da família não teriam que passar pela Ponte Vecchio, assim como todos os outros habitantes da cidade. O corredor começa na Galleria degli Uffizi e passa acima da Ponte Vecchio, de onde se tem uma vista linda do Rio Arno.

Eike Schmidt, diretor das Gallerie degli Uffizi, o principal museu renascentista do mundo, situado em Florença, anunciou nesta segunda-feira, 7 de março, sua intenção de abrir ao público o exclusivo Corredor Vasariano, percurso que liga a galeria ao Palazzo Pitti, do outro lado do rio Arno, passando pela icônica Ponte Vecchio.

photo-4-2-768x1024Durante a Segunda Guerra Mundial, o corredor sofreu vários danos. Em 1993, um atentado com bombas praticado por mafiosos italianos também danificou o monumento. Hoje em dia, o corredor é um museu fechado ao público geral. Há a possibilidade de visitar o espaço apenas com tours guiados e com hora marcada, sempre com guia e segurança, a um preço que parte de 45 euros por pessoa (nas Gallerie degli Uffizi, o ingresso custa 12 euros). Além disso, as filas são enormes.

A Galeria Uffizi (em português, Galeria dos Ofícios) é o mais famoso museu de Florença e um dos mais famosos e importantes museus do mundo.

UffiziApesar do fim da dinastia dos Médici, a Galeria Uffizi manteve a sua integridade graças ao legado da sua última herdeira. Anna Maria Luisa de Médici deixou tudo à família Lorena mas pediu que a coleção permanecesse intacta em Florença.

A Casa de Lorena abriu a galeria ao público em 1769 tendo reorganizado as coleções de acordo com os critérios da época das Luzes que consistia em separar as obras das artes maiores das pertencentes às denominadas artes menores.

As coleções de armas, cerâmica e instrumentos científicos foram removidas. Desde então, a família Lorena decidiu colecionar sobretudo obras em nível europeu tais como quadros de Ticiano, Giorgione e Dürer.

Durante o século dezanove a Galeria Uffizi foi enriquecida com esculturas de pessoas famosas – algumas das quais de autoria de Giovanni Dupré – colocadas em nichos debaixo do pórtico Uffizi.

DSC02680-1024x681No século vinte, a Galeria Uffizi era sobretudo conhecida como uma galeria de quadros: Muitas esculturas foram colocadas em outros museus em Florença e foram adquiridos muitos quadros que pertenciam a coleções de igrejas ou a instituições religiosas.

SALA DE BOTICELLI

A Sala de Boticelli é particularmente impressionante na medida em que abriga dois dos mais famosos quadros do mundo: A Primavera (Allegoria della Primavera) e O Nascimento de Vénus (Nascita di Venere).

Estes quadros foram pintados nos anos oitenta do século quinze e são o primeiro exemplo em Itália de um tema secular pintado num quadro de grandes dimensões.

DSC02600-681x1024Nesta sala podemos testemunhar toda a evolução artística de Sandro Boticelli, desde as primeiras obras como Madonna do Jardim de Rosas até obras de uma fase mais madura como a Madonna da Romã.

Ainda nesta sala pode encontrar algumas obras de génio flamengas que testemunham a vitalidade e abertura cultural da Florença Renascentista.

Outra sala é dedicada a Leonardo da Vinci e aloja a sua Anunciação e a Adoração dos Magos juntamente com quadros de Perugino e Signorelli.

Apoio e Parceiros

Platanus Turismo — 2017 © Todos os direitos reservados